Transporte de mercadorias: um sector que nunca dorme

30 Mai 2022

Transporte de mercadorias: um sector que nunca dorme

Lembramo-nos dos médicos das urgências e dos polícias; dos seguranças e dos guardas-noturnos; dos empregados de limpeza e dos responsáveis pela recolha de lixo. Mas, no sector logístico há também profissionais que trabalham por turnos, inclusivamente durante a noite, para garantir que a distribuição de bens não para e chega à nossa porta.

É o caso dos Especialistas de Produção (antigos Inspetores Chefes de Movimento) do Centro de Operações de Mercadorias (COM), que acompanham 24/24 todos os comboios em circulação, antecipando e resolvendo problemas na ferrovia, que podem ir desde comboios avariados a descarrilamentos, entre outras situações.

“O trabalho deste Centro é durante todo o ano civil – os comboios não param e nós também não”, refere Henrique Preguiça, colaborador da MEDWAY há 22 anos. Neto de ferroviários, o especialista do COM destaca a satisfação pessoal que esta função proporciona: “Estamos aqui para resolver problemas, por isso, é um trabalho muito gratificante. Ao fim de cada turno vou embora com a sensação de mais uma missão cumprida.”

Na MEDWAY, além de Henrique, existem mais quatro pessoas com esta responsabilidade, que alternam o trabalho em turnos das 8h às 16h, das 16h às 24h e das 24h às 8h. Apesar de compensador, trabalhar neste modelo é desafiante – mas, mais difícil é coordenar o tempo de descanso e o tempo pessoal.

“É um grande desafio gerir o descanso e, ao mesmo tempo, dar o acompanhamento adequado à família. Por outro lado, quando o trabalho é por turnos, o horário de saída é cumprido rigorosamente, por isso, sabemos com o que contar. Já os agentes – Maquinistas e Operadores de Circulação – nem sempre têm essa sorte, pois os comboios podem atrasar”, relata.

Na MEDWAY, além dos especialistas do COM, existem outros profissionais a trabalhar neste formato por escalas: maquinistas, operadores de circulação, manobradores, operadores de transportes, inspetores no terreno, gestores de locomotivas (que gerem a rotação das mesmas para garantir a sua disponibilidade) e gestores de tripulações. “São os profissionais que estão no terreno e, no fundo, quem justifica a nossa função”, explica Henrique, que, com os anos que soma na Empresa, vê com bons olhos o futuro da MEDWAY.

“A MEDWAY está a dar os primeiros passos, mas tem vindo a mostrar um grande interesse em conquistar o mercado nacional e o mercado ibérico do transporte de mercadorias e há, de facto, melhorias visíveis. É bom poder trabalhar numa Empresa que está a desenvolver-se e a crescer”, conclui.

Saiba mais sobre os serviços da MEDWAY aqui.

Subscreva a newsletter

E fique a par de todas as novidades

Pesquisa

Descubra quanto o transporte ferroviário de mercadorias permite poupar o ambiente

Toneladas

Ao utilizar o transporte de mercadorias, vai reduzir as emissões de CO2 eq em:

face ao mesmo transporte por modo rodoviário.

Este é o seu contributo para salvar o planeta!

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização Política de Cookies Está a usar um navegador desatualizado. Por favor, actualize o seu navegador para melhorar a sua experiência de navegação.